CONTATO (contato@professorpina.com) | BUSCA: Todos os posts | RSS | Conceitos filosóficos

PUBLICAÇÕES

26/5/2020
Por: Professor Fernando Pina

26/5/2020
Por: Professor Fernando Pina

25/5/2020
Por: Professor Fernando Pina

25/5/2020
Por: Professor Fernando Pina

21/5/2020
Por: Professor Fernando Pina

P�gina 1 de 14 - Primeira Anterior [ 1 ] 2 3 4 5 Próxima Última

7/8/2016
Por: Professor Pina

Wilhelm Dilthey: filósofo alemão, criador do historicismo

Compartilhe

Wilhelm Dilthey (1833-1911) foi um filósofo historicista alemão que deixou importante contribuição para a metodologia das Ciências Humanas. É considerado o criador do historicismo. Contestou a ampla influência que as doutrinas positivistas possuíam sobre as ciências humanas, especialmente as sociais, as históricas e as do psiquismo.

Wilhelm Dilthey (1833-1911) nasceu em Biebrich-Mosbach, próximo a Wiesbaden, na Alemanha, no dia 19 de novembro de 1833. Filho de um teólogo da Igreja Reformada estudou Teologia na Universidade de Heidelberg e Filosofia na Universidade de Berlim. Depois de formado lecionou em escolas secundárias, em Berlim, mas logo passou a se dedicar às pesquisas acadêmicas. Em 1864 iniciou o doutorado em Berlim. Em 1866 foi nomeado para uma cadeira de Filosofia na Universidade da Basiléia, na Suíça. Em 1868 conquistou a cátedra de Filosofia na Universidade de Berlim, antes ocupada por Hegel.

Além de extensos estudos sobre a história da Filosofia e da Literatura, dedicou-se também às pesquisas na área da Sociologia, Etimologia e Psicologia. Elaborou uma teoria do conhecimento para as ciências do espírito, com destaque para o conhecimento histórico, criando um sistema que foi chamado de historicismo.

O primeiro trabalho teórico publicado por Dilthey foi “Introdução ao Estudo das Ciências Humanas” (1883), no qual fez uma distinção entre ciências da natureza e ciências do espírito (ou ciências humanas) que teria como objetivo o homem e o comportamento humano, causando polêmicas e discussões dentro do pensamento filosófico.

A partir dos preceitos levantados anteriormente pelo filósofo e teólogo Schleiermacher, Wilhelm Dilthey adotou a hermenêutica como metodologia para o que ele chamava de ciência do espírito assumindo uma função de interpretação histórica.

Para Dilthey a cultura é a fonte das reais condições psíquicas e históricas do homem no tempo, e por meio dela é possível entender a humanidade de forma mais abrangente. O uso da hermenêutica levaria à interpretação das mudanças culturais dentro do seu contexto histórico.

Wilhelm Dilthey faleceu em Schlem, Itália, no dia 1 de outubro de 1911.

Extraído de e-Biografias

Inscreva-se e fique por dentro de nossas novidades!